Comunicado Importante

Agradecemos a todos que nos visitam e solicitam os links, mas o Google fudeu conosco e retirou todos os links. O blog está desativado por tempo indeterminado, nos desculpem pelo inconveniente. Procurem o material desejado nos nossos parceiros.

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

D.R.I. - Thrash Zone (1989)


D.R.I.
Houston, Texas, Estados Unidos
Estilo/Gênero: Thrash, Crossover




Cara, sei lá porque diabos, esse disco não estava aqui. Quase nem acreditei! Mas hoje estou aqui, trazendo mais um clássico: Thrash Zone, da banda D.R.I.

É uma das minhas bandas favoritas e são considerados por muitos os pais do crossover (mistura de punk/hc com thrash metal), apesar que antes deles já tinha uma galera que fazia essa mistura, tipo o Suicidal Tendencies e o S.O.D. (ambas tem aqui no blog).

A banda, lá no começo, fazia um hardcore bem rápido e sujo, com letras bem agressivas. Depois do primeiro disco, a banda já veio mostrando uma influência thrash metal no seu álbum "Dealing With It", e, no terceiro álbum, "Crossover", a banda começou a tocar um som mais puxado pro thrash. Daí, as revistas começaram a rotular o D.R.I. e todas as bandas que faziam um som semelhante desse jeito.

Se não me engano esse é o quinto ou sexto álbum da banda, e é considerado por muitos (inclusive por mim) o melhor. Ele já não tem aquela pegada hardcore dos anteriores, esse é completamente thrash metal! mas nem por isso deixa de ser bom.

Músicas ótimas como "Thrashard", "Beneath the Well", "Gun Control", "Labeled Uncurable" e "Abduction" não vão te deixar parado! Uma porrada na cara, literalmente!

Baixa essa merda e pira no som!

4 comentários inúteis:

Rodrigo disse...

Eu não gosto desse disco,ele é tão irregular,como é que pode a banda ter gravado o clássico Four of a Kind,e logo depois ter feito esse tão insosso.Esse é o quinto disco da banda,depois disso eles gravaram mais dois eu acho.....Resumindo,ouçam os quatro primeiros que são os melhores!

Hellraiser disse...

Saudações, Maurício.
Diferentemente do Rodrigo eu acho esse álbum clássico, um divisor de águas na história do DRI. Pra muitos (que não gostam da sonoridade Crossover) pode ser pra pior. Mas pra mim, marcou um salto rumo a uma sonoridade que quase niguém é capaz de igualar.
Belo post, cara. Valeu!

Ruptured disse...

D.R.I sempre fudido, nem melhorou nem piorou, só abordou o barulho de forma diferente!

Post foda.

ganjacore disse...

AULA DE CROSSOVER SEMPRE

 

blogger templates | Make Money Online