Comunicado Importante

Agradecemos a todos que nos visitam e solicitam os links, mas o Google fudeu conosco e retirou todos os links. O blog está desativado por tempo indeterminado, nos desculpem pelo inconveniente. Procurem o material desejado nos nossos parceiros.

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Running Wild - Gates To Purgatory (1984)

Running Wild.
Hamburgo, Alemanha.
Estilo/Gênero: Heavy.



Saudações, mortais.
(esse post atende ao pedido do Rui)
Em 1976 o vocalista e guitarrista Rolf "Rock'n'Rolf" Kasparek, o guitarrista Uwe Bendig, o baterista Michael Hoffmann e o baixista Jörg Schwarz tocavam juntos na banda Granite Heart. Em 79, inspirados pela música "Running Wild", dos britânicos do Judas Priest, eles mudam o nome da banda e, dois anos depois, lançam a primeira demo com as músicas "Hallow the Hell", "War Child", "King of the Midnight Fire" e "Prowling Werewolf". Em 83 lançam outra demo com as músicas "Chains and Leather" e "Adrian S.O.S". Nessa época a formação já havia mudado e consistia, agora, de Rolf na guitarra e vocal, Preacher na guitarra, Matthias Kaufmann como baixista e Hasche como baterista. Em 83 a banda participou da coletânea Rock From Hell com a música "Chains and Leather". No ano seguinte a banda participa de outra coletânea ao lado das bandas Helloween, HellHammer e Dark Avenger e, nesse mesmo ano, sai a demo não-oficial "Like a Hammerblow", responsável por garantir à banda um contrato com a Noise Records. Rolf (guitarras e vocais), Gerald Warnecke "Preacher" (guitarra), Stephan Boriss (baixo) e Wolfgang Hagemann "Hasche" (baixo) foram os responsáveis pelo primeiro registro oficial da banda. "Gates To Purgatory" teve as faixas "Satan" e "Walpurgis Nights" censuradas, mesmo assim, o disco vendeu 20 mil cópias em apenas 3 semanas. Heavy Metal paulera de fazer cair a cabeça. O resto você encontra aqui.
"Almas atormentadas, tremei!"

5 comentários inúteis:

ganjacore disse...

GRANDE POST HELL! LEMBRO QUANDO SAIU PELA BRIGADE E A CAPA ERA FININHA!!!CURTO MUITO A PRIMEIRA FASE DOS CARAS!

hellraiser disse...

Saudações, Ganja.
Por mais ingênuos que fossem essas bandas elas representam o que tinha de mais sincero - já que eles não faziam idéia da importância do que eles representavam naquela época. E pra nós, que crescemos ouvindo isso, é sempre bom rever esses álbuns antigos.. pelo menos pra mim é assim..

Anônimo disse...

Disparadamente o melhor album do Runing Wild. Depois do segundo disco ficou meio chato.

Minero disse...

Um dos melhores albuns q eu ja ouvi

Rafael disse...

album sem comentários !!

 

blogger templates | Make Money Online