Comunicado Importante

Agradecemos a todos que nos visitam e solicitam os links, mas o Google fudeu conosco e retirou todos os links. O blog está desativado por tempo indeterminado, nos desculpem pelo inconveniente. Procurem o material desejado nos nossos parceiros.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009


Ressonância Mórfica.
Manaus/AM - Goiânia/GO - Brasil.
Estilo/Gênero: Grindcore, Death.



Esse é o tipo de post que eu adoro publicar. A Kely entrou em contato conosco nos passando o material, capa, foto, etc e pedindo pra por no blog, se a gente gostasse. E estou aqui agora postando pois o som do Ressonância é foda demais!

É um grind muito bom, gostei da gravação também, e ao ler a bio da banda dá um gostinho melhor ainda, pois é uma galera que estava a muito tempo lutando pelo seu espaço, e conseguiram com certeza. De acordo com a Kemy (Two Beers Or Not Two Beers) o Ressonância trocou de batera e em breve vai lançar seu segundo álbum, "Morficaos" e em seguida fazer uma tour pelo brasil.

(Se vierem no Rio, é só avisar que a gente agita um som hein galera?! hahaha)

Segue uma breve bio encontrado no myspace do Ressonânica:

"Surgida em meados de 97 em Manaus-AM com o intuito de fundir estilos distintos, porém, igualmente agressivos e sem levantar nenhuma bandeira temática, apenas a preferência pela língua portuguesa em suas composições. Inicialmente formada por Luiz Souza (Guitarra), Marcos Campos (Voz), Max Cordeiro (Bateria) e Márcio Freire (Baixo), a Ressonância Mórfica apresentou-se diversas vezes na cena underground manauara e gravou sua primeira demo que teve título homônimo. A mesma teve boa aceitação por parte do público local. Problemas pessoais levaram o baterista, Max Cordeiro, a deixar a banda e retornar a sua terra natal (Belém-PA) no fim do ano de 99. Sem possuirem grandes meios pecuniários, Luiz Souza e Marcos Campos resolveram tentar a sorte em outro Estado no começo de 2000. Quase um ano depois, a Ressonância ressurge no coração do Brasil (Goiânia-GO) com o reforço de Leonardo Campos assumindo a bateria e Magrão no baixo. Com este line-up, gravam sua segunda demo tape com músicas inéditas e algumas releituras de músicas gravadas na demo anterior. Gravam também o que os levaria a uma participação mais assídua em festivais do gênero no Centro-oeste, o cd-demo " ...e diluiu-se o silêncio em zurzimentos ". Gravada ao vivo e com poucos recursos técnicos, a demo traz 5 faixas, sendo 4 de autoria da banda e 1 um cover do Brujeria. Após uma curta mas marcante passagem pela banda, o baixista Magrão cede o lugar a Bruno Lobo, ex-roadie que, há tempos, já se identificava com a proposta da banda, e foi com esta formação que a banda gravou o seu debut entitulado Agregados Onímodos Malditos, lançado e distribuído pelos selos Two Beers or Not Two Beers e Independência Records."

E isso é tudo, pessoal!

2 comentários inúteis:

Rodrigo disse...

Ressonância é legal,de vez em quando os caras pintam aqui em BSB pra tocar.

kely disse...

Adorei o post valeu ae brabera

 

blogger templates | Make Money Online