Comunicado Importante

Agradecemos a todos que nos visitam e solicitam os links, mas o Google fudeu conosco e retirou todos os links. O blog está desativado por tempo indeterminado, nos desculpem pelo inconveniente. Procurem o material desejado nos nossos parceiros.

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Abattoir - Vicious Attack (1985)



Abattoir

Los Angeles, Califórnia

Estilo/Gênero: Heavy, Thrash







Pedido da Camila e do Joe, comentado por este último, e aprovado até o talo por mim! THRASH!



Bem, pra começo de conversa, é impossível, pra mim, ser imparcial para falar desse play. Sofro de certo fascínio por esse disco. Mas não custa tentar.

Formado em 82,tendo como primeiro vocalista nosso compatriota John Cyriis (mais conhecido como frontman do Agent Steel) que não chegou a gravar nada mais sério. É com a entrada de Steve Gaines que a coisa arrebenta. Power/Speed Metal tiveram uma musica gravada na coletânea Metal Massacre V, numa outra versão do que seria a faixa título desse play de 85 que, por uma injustiça ficou em segundo plano numa época que só se comprava discos das "grandes" e já reconhecidas pelo público metalico em geral (também pudera,pois competir com "Infernal Overkill do Destruction,"Executioner's Song" do Razor,"Hell Awaits" do Slayer,"Bonded By Blood" do Exodus, etc, não é fácil pra ninguém). Em termos de Brasil, era extremamente necessário fixar um orçamento metálico com uma lista de prioridades na hora das compras e algumas preciosidades vinham com um selinho cruel de "importados" que fritavam nossa suada grana. Meu vinil é de 86 com timbre da Woodstock Discos que fazia uma saudável parceria com gravadoras de fora(Combat Records,nesse caso).

Mas, voltando ao play, esse é um exemplo clássico de:"Se o fim do mundo fosse hoje,o que sua banda estaria tocando? "É rápido! Muito rápido mesmo!Muita força em todas as músicas aonde peso e velocidade são medidas a tal ponto que nenhuma das duas distoe dentro das 8 pauladas que destilam riffs rasgantes e solos afiados como navalhas completados por uma batera competente que conhece a arte e não se sobressai deixando o caminho aberto para os vocais que, com uma sinceridade só encontrada no metal,entram de forma sincronizada com as bases e o baixo,esse funcionando como metrônomo infernal.O clímax fica a cargo da última faixa, um cover feito com uma competência ímpar de uma das maiores influências da banda:Ace of Spades do MotorHead.Já fui amaldiçoado inúmeras vezes por isso, mas atrevo-me a dizer que é quase tão boa quanto a original.

Em 86 lançaram um segundo play intitulado The Only Safe Place, que eu ainda não tive o prazer de ouvir. Quem tiver, fica aqui meu apelo! (Adendo Ruptured: Anotado!)

Olhando os agradecimentos na contra-capa do vinil vi que tem um agadecimento especial da Road Crew deles aos contraceptivos e a substâncias que alteram o humor!!!!!Os roadies, pelo jeito eram bem animados!

Esse é daqueles discos que você nunca ouve alguém espinafrar. Espero que faça parte da trilha sonora de muitas bagunças a todos como foi pra mim. Boa Viagem a todos.



Abattoir é:



Steve Gaines - Vocal

Mark Caro - Guitarra Lead

Danny Oliverio - Guitarra

Mel Sanchez - Baixo

Danny Amaya - Bateria





Força Sempre, Abattoir!!!!''



Joe Unabomber



Ruptured: Logo abaixo, um pequeno brinde de brabeiro para brabeiros:





1 comentários inúteis:

ganjacore disse...

GOSTEI DO SEU COMENTÁRIO JOE. REALMENTE NA ÉPOCA OS IMPORTADOS ACABAVAM COM NOSSO BOLSO. A WOODSTOCK TEVE UM GRANDE PAPEL NESTA ÉPOCA LANÇANDO COISAS INIMAGINÁVEIS POR AQUI!CHARIOT,ABBATOIR,LIVING DEATH,E MUITOS OUTROS! TENHO O MEU VINIL ATÉ HOJE!!

 

blogger templates | Make Money Online