Comunicado Importante

Agradecemos a todos que nos visitam e solicitam os links, mas o Google fudeu conosco e retirou todos os links. O blog está desativado por tempo indeterminado, nos desculpem pelo inconveniente. Procurem o material desejado nos nossos parceiros.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Siege of Hate
Fortaleza, Ceará
Estilo/Gênero: Death, Grindcore, Hardcore



Pedido do Fernando Grinder (mas fique bem claro que só dessa vez passa, não pode pedir no chat muleque!)

Som denso de qualidade, orgulho fudido nacional! Confiram, e principalmente, APOIEM A BANDA! Poguem em todos os seus shows, e fiquem atentos para comprar seus discos quando houver oportunidade, SELO INDEPENDENTE merece seu apoio.


Aqui vai um resumo de seu myspace:

''Subversivo por Natureza. Este é o conceito que melhor descreve o som do Siege of Hate (S.O.H.). Formado no ano de 1997, em resposta ao chamado "retorno" do Punk Rock e do Hardcore, encabeçado por bandas comercialmente acessíveis com uma postura “moda Punk” apontada pela mídia, o S.O.H. teve como primeiro registro de estúdio a demo-tape Return to Ashes (1998), a qual alcançou uma aceitação muito boa na cena underground dentro e fora do Brasil, com excelentes comentários em revistas e fanzines.

No final de 2003, o S.O.H. lançou o seu 1º CD, Subversive by Nature, pela gravadora Encore Records, o qual conta com 20 estilhaços de pura explosão sonora, desde o mais extremo Grindcore mesclado ao Death Metal agressivo, bem representados por músicas como Downfall e This Is for Real, até o tradicional Hardcore “Old School”, como pode ser conferido em Fake e Fairyland, esta última contando com a participação especial de Vital, ex-vocalista da banda Jason e atual Jimi James nos vocais, e mesmo em uma versão para No Religion, um clássico de uma das bandas pioneiras do Hardcore, o D.R.I..
Subversive by Nature foi lançado ainda em 2004 na Europa, pela Karmageddon Media/New Aeon Media, e em 2005 nos EUA, pela Candle Light Records.
Agora, o S.O.H. lança seu mais novo ataque sonoro, o Split-CD Out of Progress, dividido com os psicóticos canadenses do Time Kills Everything (projeto paralelo de membros do Fuck the Facts), através do selo 2+2=5 Records.
ADVERTÊNCIA: Não recomendado para ouvidos muito delicados!''

''Influências: Napalm Death, Extreme Noise Terror, Death, Lock Up, Nasum, D.R.I., Sodom, Morbid Angel, Motorhead, Discharge, Brutal Truth, Nuclear Assault, S.O.D., Ratos de Porao, Terrorizer, Disrupt. (Apropósito, se você ainda não conheçe alguma destas, procure-as urgentemente ou aqui mesmo no Brabera ou em nossos blogs parceiros!)

Precisa mais? Então POGA LOGO PORRA...digo...PEGUA!

2 comentários inúteis:

BlackHammet []Tumullus[] disse...

Pegua?


=P

ganjacore disse...

bão prá cacete!!!!!velho ruptured mais uma vez arrebentando!

 

blogger templates | Make Money Online