Comunicado Importante

Agradecemos a todos que nos visitam e solicitam os links, mas o Google fudeu conosco e retirou todos os links. O blog está desativado por tempo indeterminado, nos desculpem pelo inconveniente. Procurem o material desejado nos nossos parceiros.

sexta-feira, 9 de maio de 2008



Apokalyptic Raids

Rio de Janeiro, RJ

Estilo/Gênero: Death, Thrash







Excelente pancadaria nacional, apreciadores dos primeiros discos do Sodom e do Sepultura além dos fanáticos por Sarcófago e Hellhammer terão uma agradável surpresa, deixemos que eles mesmos se expliquem:



''A música pesada é sinônimo de contestação há 40 anos... Seja no existencialismo do Black Sabbath, na incorretude política do Motörhead, na teatralidade do Kiss, no protesto político do Punk Hardcore.Nos anos 80, em meio à New Wave of British Heavy Metal, surgiu uma geração sintetizando todas estas influências, dando o passo seguinte ao som de seus antecessores e gerando o Power/Thrash /Death/Black Metal, com maiores ou menores doses de imagens satânicas, provocação, humor negro, escapismo e afirmação.



O Venom foi o primeiro desta linhagem que revolucionou a maneira de se tocar Heavy Metal, continuada por incontáveis outros em várias partes do mundo,como Bathory, Sodom, Vulcano, Onslaught e Hellhammer... Na década de 90, a conjuntura política e econômica passou pela queda da cortina de ferro e o empobrecimento global, forçando um retrocesso e um empobrecimento na música. No final dos 90, uma nova geração redescobre o poder contestador da música pesada.



O destino do Apokalyptic Raids é continuar a tradição de som pesado e provocador, evitando os erros e repetindo os acertos das gerações anteriores. A banda herda uma história de 20 anos na cena, incluindo músicas próprias que datam de ’85 a ’88 mas só agora tiveram exposição.



O primeiro registro foi a demo-ensaio (independente) em 1999, que forneceu material para algumas coletâneas como Planet Metal, In Search of Weird Truth e Thrashing Rage, e o compacto ‘Maximum Metal Mayhem’, na Alemanha (Iron Bonehead Prods., 2001).



Gravado em 2000, o début álbum ‘Only Death is Real...’ foi lançado em CD (Demise, 2001) e LP (Dies Irae, 2002).

Seguiram-se alguns shows de divulgação pela região Sudeste, incluindo aberturas para Krisiun, Rebaelliun e Frank “Black Fire” Gosdzik, e apresentações ao lado de Farscape e Dominus Praelli.



O segundo trabalho completo ‘The Return of the Satanic Rites’ foi gravado ao longo de 2002 e lançado em 2003 em LP e CD (Dark Sun), com versão em cassete editada na Polônia (Time Before Time). Mais shows no Sudeste,abrindo para Vulcano, Chakal, Headhunter, e tocando ao lado de Farscape, Flageladör, Mausoleum e muitos outros.



A banda passou 2004 preparando o novo álbum, entre um show e outro. Em 2005

estamos lançando ‘The Third Storm – World War III’ em CD e LP (Dark Sun)...



A formação atual é composta por

Leon Manssur ‘Necromaniac’–6-String aggressor & revelator of doom

Pedro Rocha ‘Skullkrusher’ – Bomb raid victimizer & anvil pounder

Vinícius Canabarro ‘HellPreacher’ – Ultra heavy bass overdose''



Site Oficial

MySpace



-------------------------------------------------------------------------------------------------



Se você também gostar desse som, apóie a banda! Compre os discos (LP ou CD) e a camisa que tá show de bola!


2 comentários inúteis:

rbsancio disse...

Minha banda nacional preferida!Esse disco foi relançado a poucos meses pela Unsilent Records de sao paulo com a demo como bonus.
O Pedro saiu da banda, o batera atual é o mesmo do Internal Bleed.

BlackHammet []Tumullus[] disse...

O mesmo do Internal Bleed, ou seja, Márcio Cativeiro, por sinal Internal Bleed daqui de São Gonçalo... Vou ver com os caras se ta tranquilo postar o material no brabera...

 

blogger templates | Make Money Online